Movimento pernambucano defende patronato de Paulo Freire

Durante a ocasião, um manifesto de repúdio à Sugestão Legislativa nº 47, em tramitação no

Escrito por: Sintepe • Publicado em: 14/12/2017 - 12:27 Escrito por: Sintepe Publicado em: 14/12/2017 - 12:27

A Comissão de Educação da Alepe atendeu ao pedido do movimento da educação pernambucana e realizou, nesta quarta (13), uma audiência pública. Durante a ocasião, um manifesto de repúdio à Sugestão Legislativa nº 47, em tramitação no Congresso Nacional, foi lido para professores, representantes do poder Legislativo, de entidades de classe e de movimentos sociais.


A proposta pede a revogação do título de Patrono da Educação Brasileira conferido ao educador pernambucano Paulo Freire. A audiência Pública reafirmou os princípios pedagógicos de Freire. Ontem, em Brasília, durante reunião da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, a proposição recebeu parecer contrário da relatora, a senadora Fátima Bezerra.

Título: Movimento pernambucano defende patronato de Paulo Freire, Conteúdo: A Comissão de Educação da Alepe atendeu ao pedido do movimento da educação pernambucana e realizou, nesta quarta (13), uma audiência pública. Durante a ocasião, um manifesto de repúdio à Sugestão Legislativa nº 47, em tramitação no Congresso Nacional, foi lido para professores, representantes do poder Legislativo, de entidades de classe e de movimentos sociais. A proposta pede a revogação do título de Patrono da Educação Brasileira conferido ao educador pernambucano Paulo Freire. A audiência Pública reafirmou os princípios pedagógicos de Freire. Ontem, em Brasília, durante reunião da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, a proposição recebeu parecer contrário da relatora, a senadora Fátima Bezerra.



Informativo CUT PE

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.